OLINDA
2019
Papel, mini-pregos, osso de vaca, revista, caderno, romã, cd-room, sandália,
canela, kit de costura, kit de temperos

Instalação
dimensões variavéis 


* realizado durante o programa de residência VerdeVez, no Campo Arte Contemporânea -Teresina / Pi com a colaboração do artista
Davi de Jesus do Nascimento. 

Nesta instalação investigo como afeto e memória podem ser ficcionalizados, lidando com a perda de informações e possíveis apagamentos que ocorrem dentro de um breve encontro que tive em Teresina com uma mulher chamada Olinda. 

Ela me convidou para entrar na sua casa para uma xícara de café. Nós conversmos sobre violencia, amor, memória e mentiras.
Nosso diálogo se tornou uma instalação onde investigo como a idéia do encontro pode ser construida dentro de um campo narrativo-ficcional. 

A instalação é composta em duas partes: uma trancrição de nossa conversa e uma coleção de objetos ficcionais. 


This piece was produced during the Art Residency program Verdevez, at CAMPO Contemporary Art, in Teresina, Piauí

In this work I investigate how affection and memory can be fictionalized, dealing with lacks and loss of information inside a brief encounter I had with a woman called Olinda.

She invited me into her home for a cup of coffe. We talked about violence, love, memory and lies.

Our conversation and dialogue turned into an installation where I investigate how encounters can be built in a fiction and narratively field.

The installation is composed by two different pieces: a transcription of our conversations and a collection of fictional objects .